Encontro Municipal de Saúde Mental reúne mais de 60 participantes

A Saúde Mental não é apenas um estado de normalidade psíquica onde os loucos seriam os doentes… O I Encontro Municipal de Saúde Mental, realizado ontem na FEAG, discutiu exatamente a amplitude deste conceito: A Saúde Mental abarca também alguns problemas da vida cotidiana, como por exemplo, o stress, drogas e vícios. Para entender o processo de Saúde Mental é preciso vislumbrar o ser humano sem sua totalidade, nas suas dimensões psíquica, somática, social, sentimental, etc. Mais de 60 pessoas participaram das exposições dos três palestrantes convidados além da abertura.

Para a coordenadora do evento, Patrícia Marinelli, a necessidade é antiga: “Há tempos que queremos promover este encontro para alargar o conceito de Saúde Mental”, explica. Para ela, a participação da população e dos diversos técnicos de entidades, educadores e psicólogos foi extremamente positiva. “Ainda acrescento ao sucesso do nosso Encontro, o apoio da FEAG com todos os seus recursos colocados a nossa disposição e às palestrantes que preparam e organizaram o conteúdo”, concluí Patrícia.

Tâmara Cristina Coloço Francisco do SESMT (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Mediciana do Trabalho) da Prefeitura de Mogi Guaçu e atuante na Pastoral da Sobriedade em Mogi Mirim, afirma que o Encontro é interessante, pois contém informações que motivam o desenvolvimento prático do tema. Tâmara comentou ainda que para sua atuação, o evento ajuda a entender as diversas formas de atuação e de trabalho das unidades do CAPS em Mogi Guaçu. Para outra participante, o encontro é uma oportunidade de abrir a discussão sobre a atuação das diversas politicas públicas frente ao tema: “Precisamos entender melhor para atuar de forma mais precisa, intensa e realmente eficaz”, concluí.

Confira as fotos do encontro: